terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Construindo NPCs Únicos com uma Rolagem de Dados!


Esses dias estava eu e o Christiano conversando. Eu falava que a próxima campanha Medieval que eu mestrar - por enquanto estou mestrando uma campanha de Space Opera - vou criar mapas regionais e escrever uma missão principal, algumas secundárias, segredos daquela área e colocar alguma dungeon separada. Tudo para valorizar a questão da exploração do jogo.

Zerei The Witcher III esses dias e o jogo mostra a exploração de forma perfeita, com NPCs cativantes, monstros poderosos e assustadores e escolhas tensas onde não se sabe exatamente o que é certo ou errado. O Christiano gostou da ideia, mas falou que as aventuras dele são muito urbanas e por isso é mais difícil fazer um esquema semelhante. Foi ai que tive a ideia de fazer a tabela abaixo, com uma rolagem de dados você já cria uma característica importante no Roleplay do NPC.



Como Usar

Escolha uma cidade ou até um vilarejo. Você pode rolar a tabela acima para improvisar um NPC na hora que um jogador quiser conversar com alguém, ou pode já deixar preparado alguém com uma característica acima.

Por exemplo, você sabe que existe apenas uma única taverna em Silveriver e que os jogadores com certeza vão para lá. Antes da sessão role o dado na tabela cima e veja quem é verdadeiramente o taverneiro, se possível dê uma incrementada e preencha a lacuna aberta pela tabela. Um taverneiro que é um Aventureiro Aposentado pode ter dicas para os heróis ou até um item que vão precisar. Talvez ele tenha se aposentado depois de enfrentar uma fera da região, escolha uma e você já tem uma aventura na mão!

Uma opção legal também é você escolher um monstro consciente e rolar a tabela para ver como esse monstro interage com os jogadores. Um demônio fã dos heróis seria um encontro bem engraçado, talvez até se torne um chefe poderoso, por saber as fraquezas e pontos fortes de cada um.

Exemplo do Jogo


Estava doido para preparar uma aventura numa grande cidade e resolvi escolher um vampiro como o monstro que os jogadores iriam enfrentar. Porém eu senti que estava meio sem graça e rolei na tabela os resultados, acabou saindo um Assassino. Um vampiro assassino parecia comum, então rolei novamente o dado e consegui um Extremamente Religioso.

Foi então que resolvi criar um vampiro devoto que começou a assassinar as pessoas consideradas infiéis por ele. Graças as habilidades de manipulação do vampiro, ele acabou conseguindo seguidores e fãs que estão fazendo o seu trabalho, seguindo os seus passos. Uma aventura de investigação pronta para acontecer, se os jogadores bobearem, jamais vão chegar ao verdadeiro assassino.

Esse exemplo acima foi tirado do Witcher III, como eu disse no começo, este jogo me inspirou bastante na hora de produzir esta tabela.


Espero que tenham gostado da postagem e que ajude bastante vocês no futuro. Não esqueçam de visitar outro post nosso sobre tabelas, onde falamos sobre o que os monstros estão fazendo na hora que encontram os heróis.  Para quem quer mais tabelas semelhantes, sugiro procurar o Dungeon World, vocês vão gostar.

Abraços ou beijos

15 comentários:

  1. Bom, testei já, em uma sessão improvisada de 1 hora, com 1 jogador, nível 1 e em um vilarejo pequeno, onde a história seria altamente influenciada pelos NPCs...

    Achei que a maioria das rolagens foram interessantes para enriquecer a história. Além disso, lá pela 7ª ou 8ª rolagem, houve uma que determinou o rumo da história, ajudando o jogador a completá-la.

    Acho que é uma ferramenta bacana para auxiliar o mestre e pretendo usá-la bastante, agora que minha campanha ruma para um cidade grande. Vai vir bastante a calhar.

    Parabéns pela ideia. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, mano! Tu sabe que só tive essa ideia quando você falou que era difícil criar NPCs interessantes pra cidade haha

      Excluir
  2. O que dizer desse artigo que mal conheço mas já recomendo...
    Realmente, Dungeon World possui algumas regras bem desenvolvidas (recomendo fortemente a agenda do MJ) que podem ser canibalizadas para quase qualquer sistema. Parabéns por melhorar a regra de criação de NPCs.

    Agora, vou repassar esse artigo a pessoas que vão se interessar. :)

    ResponderExcluir
  3. "Hmm, quero deixar o Troll Xamã vilão mais interessante, então três rolagens!" *57* *19* *69*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coletor de impostos gago que se prostituí? Haha XD

      Excluir
    2. Coletor de impostos de um rei Troll, que tal? Ele ser um Troll gago que se prostitui já entra mais no fluff haha

      Excluir
  4. Opa, achei essa ideia bem interessante... hehe

    ResponderExcluir
  5. Esperava ansiosamente por uma matéria dessas! Kkkkk Ahh, e boa sorte na futura campanha!

    ResponderExcluir
  6. Ótimo post, vou usar muito, essa semana vou começar uma aventura que pretendo fazer toda local, uma cidade Grande inventada por mim e o outro Mestre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Massa, use e depois conte aqui pra gnt ahha OOu procura o nosso grupo no Facebook, Mais de Mil Dados o nome.

      Boa sorte!

      Excluir

Qualquer forma de agressão, ofensas, desrespeito, discussões, preconceito racial, sexual, religioso ou ético, será banido. Somos jogadores de RPG, e não de futebol... E se você é Troll eu sou Elfo (Away)